08 janeiro, 2010

Sei que estou onde tu estiveres, não sei ao certo onde estás, mas sei que estou aí. lá no fundo, no lugar mais escondido de ti.

Pelos gestos que em tempos trocamos, pelo sentimento que que ficou por aqui, partido aos bocados, estilhaçado por ti. Pelos beijos e os abraços que me deste nos dias frios que pareciam não acabar... Pelo tempo, que me traíu, e resolvia acabar cada vez que estavas ao meu lado. Pelo teu casaco Castanho, cujo cheiro ainda perdura no meu corpo, pelo tempo que não volta e por tudo o que já se foi. Vou ser sempre, uma grande parte de ti, aquela que tu encontras quando te sentes perdido.
É por isto que continuo aqui, porque sei, que cada vez que passares por aquela rua, pela casa com a grande porta verde, vais olhar e dizer: " é como se fosse ontem e tu ainda tivesses aqui. "
E se te sentares, vais ver, vou estar mesmo ao teu lado, a chamar por ti.

4 comentários:

  1. Obrigada pelo comentário, também gostei muito do teu blog!
    E se te sentares, vais ver, vou estar mesmo ao teu lado, a chamar por ti. É pena às vezes não nos quererem ouvir! :c

    ResponderEliminar
  2. Ai essa história do tempo voltar atrás... Estávamos aqui horas e horas só a falar disso! ;c

    ResponderEliminar
  3. Gosto em especial desta entrada Ninore.
    Acho que aqui, convences-te-me que és uma pessoa sensivel e não uma cabra. xD

    ResponderEliminar